Já falamos de todos os principais parâmetros químicos que se deve controlar numa piscina. Falamos sobre a importância do controle do pH, falamos sobre a importância do controle da alcalinidade, falamos do cloro livre e do cloro combinado. A má notícia é que, além da alcalinidade, do pH e do cloro livre, existe um parâmetro que pode jogar todo o trabalho por terra: a dureza da água, também chamada de dureza de cálcio ou dureza cálcica.

Como sempre, vamos começar bem do início…

O que é dureza cálcica?

Estojo de medir a Dureza de CálcioA dureza cálcica (DC), também chamada de dureza de cálcio, ou simplesmente de dureza da água, é uma medida que nos mostra a quantidade de sais de cálcio dissolvidos na piscina.

É um parâmetro que, assim como a alcalinidade e o nível de cloro livre, tem como unidade de medida o PPM (Partes Por Milhão).

Por que controlar a dureza da água da piscina?

É importante manter a dureza da água da piscina sempre sob controle pois em determinadas situações ela pode deixar a piscina opaca, turva e, em casos extremos, gerar incrustações de cálcio nas superfícies.

Quando o pH da piscina está mais alto do que o ideal, acima de 7,6 por exemplo, os sais de cálcio podem “se combinar” com a alcalinidade e formar compostos insolúveis. Estes compostos retiram o brilho da água inicialmente mas podem deixá-la completamente turva com algum tempo.

E se a dureza da água estiver alta?

Quando a dureza se encontra acima do valor ideal, chamamos a água em questão de água dura. Águas duras dificultam a ação do cloro e podem ser extremamente difíceis de tratar, já que o terceiro pilar do tratamento, a desinfecção, está diretamente prejudicado.

Como se não bastasse, a água dura também pode provocar a precipitação de insolúveis na água que geralmente aparecem como um pó branco no fundo da piscina bem como nas tubulações e nos equipamentos.

E se a dureza da água estiver baixa?

Quando a dureza se encontra abaixo do valor ideal, chamamos a água em questão de água mole. Águas moles podem ter problemas de corrosão de metais e materiais que contenham cálcio em sua composição: rejunte, cimento, cal, gesso e etc.

Fita teste para Dureza de CálcioQual o valor ideal da dureza da água da piscina?

Podemos determinar o valor correto para a dureza da água de uma maneira simplista e da forma correta.

Forma simplista

Determinamos de maneira grosseira que a dureza da água deve ficar entre 200 e 400 PPM.

Em outras palavras, qualquer que seja o valor que você encontrar nesta faixa está OK para a dureza da água.

Forma correta determinar o valor ideal da dureza de cálcio

A dureza da água da piscina deve completar seu equilíbrio em alinhamento com o pH e com a alcalinidade total.

Falamos grego, não?

A gente concorda que é um pouco complicado mas vamos tentar explicar…

Acontece que a dureza da água varia de piscina para piscina e de situação para situação.

Para encontrar o valor ideal da dureza da água da sua piscina, segue o passo a passo e o gráfico para consulta:

  1. Calcular a dureza da águaMeça e corrija o pH da piscina.
  2. Meça e corrija a alcalinidade da piscina.
  3. Por fim, meça a dureza de cálcio da piscina.
    Com todos os três valores em mãos, faça uma reta que passe pela alcalinidade total e pelo valor do pH encontrados. Prolongue esta reta até que ela passe pela linha da dureza de cálcio. No ponto onde sua linha cruzar com a linha da dureza você encontrará o valor máximo para sua piscina. Se o valor encontrado estiver dentro da faixa ideal, entre 200 e 400 PPM, faça a comparação com o valor obtido na sua medição e verifique se é necesário abaixar ou elevar a dureza.
    Se a dureza apontada pela reta que você fez estiver fora da faixa ideal, de 200 a 400 partes por milhão, use o gráfico para ver o que é mais viável de ser corrigido.

Algumas vezes, é melhor diminuir o pH da água do que elevar a dureza de cálcio

Alterando a dureza de cálcio da piscina

Se a dureza estiver baixa

Se a dureza estiver baixa, ou seja, se sua água estiver mole, basta adicionar um produto específico chamado “Elevador de Dureza Cálcica”. É basicamente composto por cloreto de cálcio e age em pouco tempo depois de adicionado à piscina.

Se a dureza estiver alta

Neste caso a situação requer uma dose de planejamento pois a única forma de reduzir a dureza da piscina é substituindo uma parte da água. Dificilmente será necessário este tipo de atitude já que a água da piscina, quer você queira ou não, está sempre sendo reposta. Desde a água que evapora até mesmo na perda das retrolavagens, há sempre a necessidade de repor a água, o que contribui para a manutenção da baixa dureza de cálcio da água.

Normalmente a água fornecida pelas companhias de tratamento vem com uma dureza baixa o suficiente para que, com a própria reposição normal de água que evapora, que é usada na retrolavagem, a piscina já se mantém com a dureza suficientemente baixa.

Em última instância, se não houver nenhuma outra alternativa, sugerimos substituir de 5 em 5% a água da piscina. Se sua piscina possui 100 metros cúbicos de água, drene 5000 litros, reabasteça com água tratada e faça a medição novamente.

Isto é tudo sobre a dureza da água

Esperamos que você tenha gostado deste nosso conteúdo sobre a dureza de cálcio na piscina.

Lembrando que a dureza da água é somente um dos parâmetros que precisam de controle e que este controle é apenas um dos pilares para uma piscina saudável.

Confira nosso manual passo a passo para tratamento de piscinas e não deixe de ler nossa série com os três pilares para uma piscina saudável:

Para sanar qualquer dúvida que tenha permanecido, use o campo de comentários logo abaixo! Respondemos com o maior prazer e a comunidade agradece!