Início Gerador de Cloro Como instalar um gerador de cloro – Guia Completo

Como instalar um gerador de cloro – Guia Completo

9 minutos de leitura.

A instalação do gerador de cloro é um serviço muito procurado pois esse tipo de equipamento funciona como um excelente sistema de desinfecção para piscinas e pode auxiliar e até mesmo eliminar o trabalho manual de adição de cloro à piscina.

isso mesmo! Não é exagero dizer que “ele pode eliminar a adição manual de cloro na piscina!”

Produtor de cloro por eletrólise salinaAtualmente o gerador de cloro é o que há de mais moderno em automatização de piscinas e remoção de dores de cabeça de quem precisa ter a piscina sempre limpa e saudável.

O gerador de cloro utiliza eletrólise da água salgada para produzir cloro para desinfecção da piscina. Ele possui diversas vantagens em relação aos métodos tradicionais de cloração.

Ele permite o controle automático e preciso dos níveis de cloro, o que facilita a obtenção de uma água sempre limpa e cristalina.

Além disso, o gerador de cloro reduz consideravelmente o manuseio de produtos químicos potencialmente perigosos. O cloro é produzido naturalmente a partir do sal presente na água, tornando o processo muito mais seguro e tranquilo.

Alguns modelos de gerador de cloro para piscinas também contam com reinicialização automática, proteção contra falta de fluxo de água e diferentes níveis de produção de cloro. É possível contar com essas qualidades tendo ainda a praticidade e a eficiência energética como coadjuvantes.

Porém, para aproveitar todos os benefícios desse equipamento que produz cloro, é essencial realizar a instalação de forma correta. Neste artigo, você vai aprender passo a passo como instalar o gerador de cloro em sua piscina.

Antes de instalar o gerador de cloro

Gerador de cloro para piscinas

Verificar bitola dos tubos

Antes de iniciar a instalação do gerador de cloro, é essencial conferir se o diâmetro dos tubos existentes na tubulação da piscina é compatível com as conexões do aparelho. A bitola padrão dos modelos residenciais costuma ser de 50mm, ou 1,5 polegada. Utilizar tubos de tamanho diferente pode prejudicar o fluxo de água e a produção de cloro do equipamento.

Fechar registros conectados

Todos os registros dos tubos que serão ligados ao gerador de cloro devem estar bem fechados antes do início do trabalho. Isso evita vazamentos e acidentes durante o processo de instalação. Os registros só deverão ser reabertos lentamente após finalizar a instalação e efetuar os testes, para verificar possíveis vazamentos.

Limpar tubulação e conexões

A limpeza prévia da tubulação e conexões é fundamental. Deve-se remover qualquer sujeira, resíduo ou componentes oleosos ainda presentes nos tubos e conexões onde o gerador será instalado. A presença de impurezas pode prejudicar o funcionamento do aparelho.

Ler o manual do fabricante

Antes de executar qualquer etapa da instalação, é imprescindível a leitura completa e atenta do manual de instruções do gerador de cloro fornecido pelo fabricante. Cada modelo pode ter particularidades, portanto, seguir as orientações do manual ajuda a evitar erros que podem comprometer o funcionamento ideal do equipamento.

Onde instalar o gerador de cloro

Sempre após filtro e bomba

O local correto para instalação do gerador de cloro é depois dos equipamentos de filtragem e bombeamento da água. Ou seja, o gerador deve ser o último aparelho da tubulação de retorno, recebendo a água já filtrada.

“Instalar o gerador antes do filtro pode entupir as células de eletrólise com sujeira e detritos.”

Em local bem ventilado

Casa de máquinas da piscinaO gerador deve ser instalado em uma área aberta e bem ventilada. Isso permite uma melhor dissipação do calor gerado pelo funcionamento do aparelho, evitando sobreaquecimento. Deixe um espaço de pelo menos 15 cm nas laterais e acima do gerador para facilitar a circulação do ar.

Na realidade, essa regra deve ser seguida para a construção da casa de máquinas em si. Toda casa de máquinas deveria ser bem ventilada, mas, na prática, sabemos que essa não é a realidade da maioria das instalações hidráulicas de piscinas.

Com proteção contra chuva

A área escolhida precisa proteger o equipamento da chuva, respingos e umidade excessiva. A presença de água pode danificar os componentes eletrônicos do gerador de cloro.

Como instalar o gerador de cloro

Confirmar sentido do fluxo de água

Antes de fazer as conexões, certifique-se de que o sentido do fluxo de água no gerador corresponde ao da tubulação da piscina. Muitos modelos possuem setas indicativas.

Instalar em sentido contrário, apesar de ser um absurdo, é um erro recorrente nos serviços de atendimento das assistências técnicas, afinal, o equipamento tem uma entrada e uma saída e elas são muito similares para uma pessoa desatenta ou que não sabe bem o que faz.

Se ele for instalado invertido o equipamento pode ser danificado e a produção de cloro será impossível.

Usar cola especializada

Ao conectar os encaixes e adaptadores para ligar o gerador à tubulação, utilize cola própria para PVC, seguindo as instruções do fabricante. Qualquer outra substância usada para conectar o gerador de cloro à tubulação pode impedir a vedação perfeita e provocar vazamentos.

Conectar ao adaptador de energia externo

O gerador de cloro é energizado por um adaptador de energia externo de 110-220V que deve ser conectado a uma tomada elétrica própria e protegida. Jamais tente ligá-lo diretamente na rede elétrica sem o adaptador, pois pode causar danos graves ao equipamento e risco de choques elétricos.

Proteger componentes eletrônicos

Após as conexões de água e energia, certifique-se de que todos os componentes eletrônicos estejam devidamente protegidos e isolados, longe de possíveis respingos e umidade. Isso evita curtos-circuitos e aumenta a vida útil do produto.

Seguindo corretamente estas etapas, vai faltar apenas alguns ajustes iniciais para que o gerador de cloro esteja realmente pronto para iniciar seu funcionamento de forma plena e segura.

Ajustes iniciais após instalar o gerador de cloro

Após finalizar a instalação completa do gerador de cloro, incluindo as conexões hidráulicas e elétricas, ainda são necessários alguns ajustes iniciais antes de colocar o equipamento em funcionamento.

Esses ajustes garantem que o gerador inicie seu trabalho nas condições ideais e produza cloro de forma eficiente e segura desde o primeiro momento.

Abrir registros lentamente

Assim que o gerador estiver devidamente instalado, os registros de entrada e saída que foram fechados anteriormente devem ser reabertos de forma gradual.

Isso permite que a água preencha as tubulações corretamente, expelindo todo o ar residual do encanamento. Abrir os registros de uma só vez pode causar o chamado “golpe de aríete” e danificar o equipamento.

Depois de abrir completamente os registros, verifique a existência de vazamentos nas conexões efetuadas e, caso perceba algum gotejamento, aperte novamente as conexões ou refaça a colagem com adesivo apropriado para PVC.

Acertar o nível de sal na água

Nível de sal na água da piscinaAntes de ligar o gerador de cloro, a concentração de sal na água da piscina deve estar dentro do nível recomendado, que costuma ser de 3.500 ppm na maioria dos modelos de piscinas residenciais.

Essa medição deve ser feita com um equipamento específico para análise de salinidade. Se o nível estiver abaixo do adequado, adicione sal até atingir a faixa ideal. Isso garantirá ótima condutividade elétrica para que o processo de eletrólise ocorra perfeitamente.

Configurar a produção inicial de cloro

Assim que o gerador de cloro for ligado pela primeira vez, ele assume automaticamente uma configuração inicial de produção de cloro, que costuma ser o nível mínimo.

Porém, é recomendado ajustar logo neste momento a produção para o nível mais apropriado ao volume de água da sua piscina, de acordo com as especificações do fabricante.

Isso evita que você precise ficar aumentando o nível gradativamente depois. O equipamento já irá iniciar gerando a quantidade ideal de cloro necessária para uma adequada desinfecção da água desde o princípio.

Concluindo esses ajustes iniciais de forma correta, o gerador de cloro estará pronto para um funcionamento perfeito, produzindo de imediato o residual necessário para eliminar algas, bactérias, vírus e outros micro-organismos, mantendo a água da piscina cristalina e saudável.

Concluindo

Realizar a instalação correta do gerador de cloro é fundamental para aproveitar todos os benefícios desse equipamento que produz cloro através da eletrólise salina.

Seguindo à risca o passo a passo apresentado neste artigo, é possível executar a instalação completa de forma segura e eficiente.

  • Escolha adequadamente o local, verificando questões como ventilação, proteção contra intempéries, além de posicionar o gerador sempre após os equipamentos de filtragem.
  • Observe o sentido do fluxo de água, realize a instalação hidráulica utilizando adesivos para PVC, conecte corretamente à fonte de alimentação elétrica por meio do adaptador externo e proteja todos os componentes eletrônicos.
  • Faça os ajustes iniciais, como a abertura lenta dos registros, acerte o nível de sal na água e programe a produção inicial de cloro mais adequada para a piscina.

Concluindo toda a instalação de maneira correta e cuidadosa, o gerador de cloro estará pronto para trabalhar de forma plena, produzindo o cloro necessário para manter a água limpa e saudável por muito tempo.

Além disso, uma instalação bem feita aumenta a vida útil do equipamento, reduz gastos com manutenção e garante o melhor desempenho na produção do cloro através da eletrólise salina.

Portanto, mesmo que o processo possa parecer complexo à primeira vista, seguindo as dicas deste artigo você será capaz de instalar o seu gerador de cloro adequadamente, aproveitando toda a praticidade e qualidade desse equipamento fenomenal para o tratamento da água da piscina.

Dúvida com relação ao gerador de cloro para piscinas?

Se ficou alguma dúvida com relação à instalação do gerador de cloro de piscinas, deixe pra gente no campo de comentários abaixo. A comunidade está sempre pronta para conversar e debater acerca de todo tipo de assunto relacionado às piscinas.

Vale lembrar que, mesmo sabendo exatamente o que é preciso para instalar um equipamento como esse, é sempre bom contar com profissionais qualificados para fazer esse tipo de instalação. Se puder, entre em contato com o próprio fabricante ou com a loja de piscinas da sua confiança e peça a indicação de um profissional para instalar seu gerador de cloro.

Se você gostou e quiser agradecer pelo meu trabalho, temos uma campanha de financiamento coletivo começando. Você pode participar, mas só se você quiser, ok?

Grande abraço e até a próxima!

O conteúdo desta página é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Crime de violação de direito autoral – artigo 184 do Código Penal – Lei 9610/98 - Lei de direitos autorais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Favor inserir seu comentário!
Favor inserir seu nome aqui.