Esta é uma atualização da postagem de 27 de julho de 2009: “Limpeza da piscina com cloro – Como funciona?“.

Naquela postagem explicamos alguns detalhes da ação do cloro como agente desinfetante para piscinas.

Falamos que apesar de já ser do conhecimento de todos a possibilidade de tratar da piscina com desinfecção Ultra-Violeta, ionizadores e geradores de ozônio, o cloro continuava sendo o produto mais usado na desinfecção de piscinas mantendo-as protegidas de bactérias que podem transmitir doenças para os usuários.

Neste texto falamos do funcionamento da limpeza da piscina com cloro e alguns de seus principais problemas…

Limpeza da piscina com cloro

Cloro para piscinasO cloro mata as bactérias usando uma simples reação química.

O composto clorado que você usa na água é quebrado em vários componentes químicos diferentes, incluindo o ácido hipocloroso (HOCI) e o íon hipiclorito (OCl).

Ambos matam bactérias na piscina atacando os lipídios das células, deixando-as oxidadas e inofensivas.

A diferença entre o HOCl e o OCl é a velocidade em que fazem isso.

O ácido hipocloroso é capaz de oxidar o microrganismo em alguns segundos, enquanto o íon hipoclorito pode levar mais de meia hora.

Uma vez que os níveis de HOCl e OCl variam de acordo com o pH da piscina, é fácil perceber a importância do controle do pH da piscina.

Se o pH da piscina estiver muito elevado, não há muita formação de ácido hipocloroso e levará muito mais tempo para a ação bactericida do cloro surtir efeito.

(Já falamos em um outro artigo sobre a importância do controle do pH da piscina. Não deixe de conferir!)

Cloro para piscinaO ideal é que o nível do pH da piscina esteja em torno de 7,2 pois é a faixa de pH onde a ação do cloro se dá de maneira mais eficaz, além de não irritar os olhos nem a pele dos banhistas.

As propriedades bactericidas do cloro são muito úteis mas ele também possui alguns efeitos colaterais que podem causar danos à nossa saúde…

O cloro possui um cheiro muito distinto que a maioria de nós acha desagradável, apesar de que, o cloro diluído na água não tem cheiro nenhum, o que acontece geralmente é que, quando está em pouca quantidade, o cloro se liga a produtos nitrogenados formando um subproduto chamado de “cloramina”.

Este sim tem um cheiro forte de cloro e não tem poder desinfetante nenhum!

Cloro estabilizadoHá também a questão da coceira: o cloro pode causar certas irritações ou coceiras na pele.

O íon hipoclorito faz com que vários tipos de tecidos se desintegrem facilmente se não forem lavados imediatamente após sair da piscina.

É por isso que seu traje de banho parece tão opaco e usado depois de alguns mergulhos.

Altas quantidades de gás clorídrico pairando sobre sua piscina também podem ser prejudiciais à respiração.

Algumas empresas desenvolveram alternativas para o cloro, incluindo outro químicos, geradores iônicos e até descontaminação com raios ultra-violeta!

Todas destas alternativas têm seus prós e contras mas em geral não conseguem a limpeza, os níveis de oxidação e nem o baixo custo que o cloro oferece.

Gerador de ozônioLevando em consideração o histórico da utilização do cloro e também o senário atual, temos visto que equipamentos de desinfecção tem surgido e cumprido bem com este papel.

Tudo indica que o cloro finalmente tem alguns concorrentes à altura!

Podemos citar os geradores de ozônio, que utilizam como matéria prima o oxigênio existente no próprio ar.

Um outro exemplo de equipamento que se sai bem na desinfecção da piscina são os ionizadores que, quando utilizados mantém a piscina sempre cristalina, sem a necessidade de cloração.

Desinfecção UV para piscinasExiste ainda os equipamentos que utilizam raios Ultra-Violeta para matar os germes presentes na água da piscina.

São uma outra alternativa para os que querem investir pouco e otimizar a desinfecção da piscina.

Confira as reportagens sobre a Brasil Ozônio, onde é mostrado o poder do oxigênio na limpeza e desinfecção de piscinas:

Ozônio para piscinas – Brasil Ozônio na Globo

Ozônio para piscinas – Brasil Ozônio no SBT

Ozônio para piscinas: Tudo sobre tratamento de piscina com ozônio

Ozônio para piscina: Tratamento de piscinas ecológico com ozônio

Esperamos que tenham gostado desta atualização do texto “Limpeza da piscina com cloro – Como funciona?“!

Qualquer dúvida que tenha ficado, inicie a conversa utilizando o campo de comentários logo abaixo. Sua dúvida pode ser a mesma de muitas pessoas, então nossa discussão pode ser valiosa para a comunidade!

O conteúdo desta página é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Crime de violação de direito autoral – artigo 184 do Código Penal – Lei 9610/98 - Lei de direitos autorais.

Receba dicas e novidades grátis no email

GOSTOU DO QUE LEU?

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO