Como eliminar algas da piscina – O guia completo

Como eliminar algas da piscina – O guia completo

Antes de qualquer coisa que te ajuda a eliminar algas da piscina, é importante saber um pouco mais sobre as algas e como elas são formadas.

Se procurarmos no dicionário, provavelmente encontraremos algo assim:

“…as algas, também conhecidas como Algae, que em latim significa “ervas marinhas”, são seres avasculares de um grande e diversificado grupo de espécies autotróficas, ou seja, que produzem a energia necessária ao seu metabolismo através da fotossíntese podendo ser unicelulares ou multicelulares.”

Para simplificar as coisas: algas são seres minúsculos, como plantas microscópicas, que crescem na água da piscina.

Tipos de algas de piscinas

Existem três tipos principais de algas:

  1. Algas verdes ou algas azuis
  2. Algas amarelas ou mostarda
  3. Algas pretas

Algas verdes

Como eliminar as algas da piscinaEste é o tipo mais comum de todas as algas encontradas em piscinas.

Ela cresce devido à falta de tratamento da água (ou tratamento inadequado).

Se encontrar este tipo de alga boiando na piscina ela pode estar a poucas horas de se tornar completamente verde.

O tratamento padrão para lidar com este tipo de alga é o famoso “tratamento de choque“.

Para saber mais sobre tratamento de choque na piscina, confira nosso texto:

Também é possível encontrar este tipo de alga nas laterais da piscina especialmente na união do fundo com a parede.

Como eliminar algas da piscinaCom uma escova macia é possível removê-las facilmente e verá que ela fica disponível para ser capturada pelo filtro ou aglutinada com a ajuda de um decantador.

A boa notícia aqui é que as algas verdes são também as mais facilmente eliminadas. Elas podem resistir um pouco somente onde a circulação não é muito eficiente. Nestes casos, a manutenção correta do cloro pode solucionar o problema!

Algas amarelas ou mostarda

Eliminar algas amarelas da piscinaEste tipo de alga cresce geralmente nas paredes da piscina em especial nos locais que recebem menos sol durante o dia.

É o segundo tipo mais comum de algas de piscinas e muitas vezes é confundido com areia ou algum tipo diferenciado de poeira.

As algas amarelas são um pouco mais complicadas de serem eliminadas e provavelmente não serão mortas com uma dosagem normal de cloro ou algicida.

Neste caso o tratamento de choque com cloro não é recomendação, é a solução! Uma vez que você identificou a presença deste tipo de alga, ou você aplica uma supercloração ou ficará digladiando com esses seres microscópios durante todo o verão…

Quando se tratar de algas mostarda, temos um texto com uma série de dicas para removê-las.

Confira no link:

Algas pretas

Eliminar algas pretas da piscinaSe você já passou dificuldades para eliminar algas amarelas e mostarda, deveria se sentir grato por não serem as algas pretas.

Estas são, sem sombra de dúvidas, as mais difíceis de eliminar!

A única parte boa da história é que também são mais raras.

O que dificulta a remoção dessas algas pretas da piscina é o mecanismo de defesa que elas desenvolveram.

Elas são facilmente identificáveis como pontos ou regiões pretas na superfície do revestimento da piscina, geralmente nas paredes.

A parte que você consegue ver a olho nu, possui uma camada protetora que esconde a alga propriamente dita e suas raízes que, infelizmente, são extremamente versáteis e conseguem crescer e se agarrar em qualquer tipo de rejunte.

Assim como os outros tipos de algas, este pode aparecer mesmo quando você está mantendo os níveis do cloro dentro do patamar ideal.

Para eliminar as algas pretas você precisará de várias sessões de escovação na piscina e de algumas sessões de supercloração. Basicamente é realizar um tratamento de choque por semana esfregando diariamente o local com a escova da piscina.

Estas algas escuras são as mais difíceis de serem eliminadas. Para auxiliar você que já identificou este problema na sua piscina, escrevemos um texto falando especificamente sobre a remoção deste tipo de alga.

Confira no link:

Porque a água da piscina fica verde?

Onde existe água, existem algas!

Justamente por isso nossa piscina precisa ser tratada com produtos químicos para assegurar que algas e bactérias sejam eliminadas evitando a transmissão de doenças e infecções para os usuários.

Eliminar algas da piscinaO que mais influencia o crescimento de algas na sua piscina é a falta de tratamento adequado. Em geral, mantendo o pH e o cloro da piscina em seus patamares ideais, dificilmente você verá o crescimento dessas “plantinhas” na sua piscina.

Além disso, se a água ficar parada, as algas sentem-se mais à vontade e tendem a se desenvolver mais rapidamente. Daí a razão de manter a piscina sempre filtrando durante o tempo recomendado pelos fabricantes de bombas e filtros.

Algas também adoram locais escuros e que não possuem uma circulação boa. É normal vê-las crescer em certos locais:

  • embaixo da escada
  • nos degraus da piscina
  • nos cantos e nas quinas da piscina

Estes são pontos excelentes para encontrar algas crescendo e se multiplicando.

Então, agora que você tem um conhecimento geral sobre o que são e porque as algas se desenvolvem, temos que destruí-las!

#1 – Eliminando algas da piscina com supercloração (Choque)

Existem 3 diferentes estágios que precisam de diferentes dosagens de cloro para matá-las:

  • Algas verde claro
  • Algas verde escuro
  • Algas escuras
    (quando elas estão num tom verde quase preto)

Não são tipos diferentes de algas, são somente diferentes quantidades!

Quanto mais algas estiverem na sua piscina, mais escuro será o verde resultante!

É possível identificar esta diferença com alguma experiência no ramo. Passe a observar a sua própria piscina e perceberá

Piscina verde claro

Algas na piscina. O que fazer?Se sua piscina está num tom verde claro você precisa de um tratamento de choque comum: em geral, são 14 gramas de cloro para cada metro cúbico de água.

Para saber mais sobre estas unidades de medida, confira nosso texto:

  • Unidades de volume, peso e concentrações no tratamento de piscinas

Piscina verde escuro

Se sua piscina já está com uma tonalidade próxima do verde escuro, você precisará de mais de 14 gramas para cada mil litros (m³).

Aqui, por via de regra, recomendamos utilizar cerca de 18 gramas para cada 1000 litros de água.

Piscina quase preta

Algas na piscina. O que fazer?Aqui, a situação está literalmente preta!

Como não é muito bom colocar mais de 20 gramas de cloro por m³ de água, nossa recomendação é colocar isto, cerca de 20g/m³ e se preparar psicologicamente para aplicar uma segunda dosagem dentro de 24 ou 48 horas.

Geralmente só uma aplicação não elimina todas as algas que estão deixando sua piscina preta desta forma.

A recomendação aqui é economizar comprando baldes de pelo menos 10Kg de cloro, principalmente se sua piscina tiver capacidade maior que 20m³.

Com uma dupla supercloração você certamente matará estas algas que estão tomando conta da piscina.

Lembre-se de aplicar o cloro sempre no período da noite para que ele aja mais tempo escondido da ação solar.

Atenção

Se sua piscina é de fibra ou vinil, você deve dissolver todo o cloro antes de adicioná-lo à água!

Depois de aplicar a supercloração, pode ser necessário aplicar um decantador para fazer com que todas as algas mortas desçam para o fundo da piscina e possam ser aspiradas para o esgoto.

NUNCA ASPIRE AS ALGAS FILTRANDO! ASPIRE AO ESGOTO!

#2 – Eliminando algas com o decantador

Algas na piscina. O que fazer?Vamos aproveitar e falar um pouco da decantação da piscina… Mas antes é preciso deixar claro que a ideia deste segundo método para acabar com as algas utilizando decantador, prevê que você já adicionou cloro à piscina.

Na realidade, o decantador não mata algas! O que mata é o cloro! Então antes de qualquer coisa, regule todos os parâmetros da água incluindo o cloro, ok?

Se você possui um filtro de areia, desligue a motobomba e coloque a válvula do filtro na posição “Recircular” e ligue novamente. Isto vai interromper o fluxo de água pela areia do filtro e continuar misturando os produtos usados na água da piscina.

Adicione a quantidade recomendada de decantador de acordo com o volume da sua piscina.

Para saber mais sobre o cálculo do volume da sua piscina, confira o texto:

Deixe a piscina recirculando por pelo menos 30 minutos para certificar-se de que o decantador foi misturado perfeitamente.

Depois deste prazo desligue a motobomba e deixe a piscina passar a noite parada.

Durante este tempo, o decantador vai agir unindo as partículas de sujeira, o que inclui as algas mortas pelo cloro, e colocando-as para o fundo da piscina.

Pela manhã já será possível ver que a água da piscina está cristalina e o fundo completamente imundo.

Basta montar o kit de aspiração e começar a aspirar drenando.

Na medida em que a drenagem começar, provavelmente você já poderá começar o reabastecimento da piscina. Este tipo de operação, por via de regra, precisa jogar bastante água fora.

Aspire lentamente o fundo da piscina. Você estará jogando toda aquela sujeira escura pra fora e, ocasionalmente, poderá levantar um pouco destas impurezas…

Se isto acontecer e a piscina ficar muito turva, desligue a aspiração e feche os registros para aguardar algumas horas até que a sujeira desça novamente para o fundo. Quando isto acontecer você pode voltar e aspirar continuar aspirando o fundo. Talvez seja necessário parar e reiniciar a aspiração mais de uma vez…

Com um pouco de trabalho e alguns produtos químicos relativamente baratos você poderá ter sua piscina cristalina novamente.

Nós recomendamos que, mesmo depois de aspirar a piscina completamente, você dê mais um choque de cloro para certificar-se de que não há mais nenhuma alga capaz de se reproduzir na piscina.

#3 – Eliminando algas da piscina com algicida

Algicida de choqueNormalmente os algicidas, assim como os pesticidas, tem como função primária a prevenção. São os chamados “algicidas de manutenção” e devem ser usados de maneira moderada em conjunto com o cloro (intercalando o uso dos dois! Nunca usando os dois no mesmo dia).

Contudo, além deste produto que é ideal para prevenir o crescimento de algas, existe um outro que é para acabar com algas que já se estabeleceram na piscina. Provavelmente você já ouviu falar do “algicida de manutenção”. É ele que mata as algas assim como o cloro faz.

Sinceramente, só recomendo a utilização do algicida de choque quando o tratamento de choque com cloro não se mostrar eficiente. Penso assim pois o valor do algicida de choque é relativamente alto e muitos deles possuem metais em sua fórmula, o que pode causar uma diversidade de problemas incluindo o esverdeamento do cabelo, o escurecimento da água devido à reação dos metais com o cloro e por aí vai…

A utilização de algicidas de manutenção, com formulação livre de cobre, é excelente para manter a piscina livre de algas mas é recomendado seu uso moderado e nunca no mesmo dia da adição do cloro. O uso em excesso pode produzir espuma na piscina!

Para saber mais sobre espuma na piscina, confira o link:

O fato é que os algicidas realmente matam as algas, MAS, nem todas! É importante checa as informações no rótulo e, se necessário, entrar em contato direto com o serviço de atendimento do fabricante pois, por via de regra, ninguém aqui sabe da existência dos diferentes tipos de algas de piscinas.

Qual a melhor forma de eliminar algas?

Todos estes métodos funcionam! Na realidade, é interessante você visitar diferentes lojistas ou contar com uma empresa experiente para realizar a limpeza da sua piscina pois, como disse, infelizmente aqui não se sabe nem o que são algas direito…

Justamente por isso é importante se informar pois, em cada local que você for, você vai encontrar uma informação (provavelmente diferente). Tendo conhecimento de causa você fica mais seguro e a limpeza de sua piscina fica muito mais fácil.

Eu recomendo utilizar a primeira sugestão pois é mais barata e funciona muito bem. Utilize o segundo método somente quando o primeiro não funcionar como desejado, combinado?

Espero que você tenha gostado do texto e que de agora em diante você se sinta seguro para eliminar algas da piscina.

Qualquer dúvida, deixe pra nós no campo de comentários, estamos sempre prontos para conversar!

Receba dicas e novidades grátis no email

COMPARTILHE

5 COMENTÁRIOS

  1. Para uma piscina de 129m3 quantas gramas de cloro recomenda para tratamento de choque? Piscina esteve parada cerca de 2 anos, apenas com uma rede por cima.

  2. Estudei algas marinhas de forma bastante ampla em meu curso de biologia, entretanto as micro-algas infelizmente os estudos foram bastante rápidos. Agora, que tenho o problema dentro de minha piscina vejo a coisa palpável e aborrecida. De certo que terei que estudar mais.

  3. Gostaria de um passo a passo para o tratamento de uma piscina de vinil com 30000 litros de água.
    Quantidade de cloro, tempo de filtragem por dia, os produtos a serem usados diariamente.
    Obrigada.

PARTICIPE